desenvolvido por: 

parceiros: 

GUIA DE CAMPO

Os desenhos aqui apresentados, retratam espécies campestres de São Paulo, quase todas utilizadas no processo de plantio do Cerrado Infinito e fazem parte do livro, Guia de campo dos Campos de Piratininga ou O que sobrou do cerrado paulistano ou Como fazer seu próprio Cerrado Infinito. 

São coletadas dentro da malha urbana, em locais á margem do urbanismo, como beira de estradas e terrenos baldios abandonados, resgatadas  em áreas em processo de destruição, ou reproduzidas á partir de sementes, divisão de touceiras e estaquia.

O conteúdo deste guia é permanentemente expandido e aberto para colaborações devidamente creditadas. Para isso entre em contato por e-mail ou comente na própria página da espécie. Temos interesse por relatos pessoais, contos, receitas culinárias, usos medicinais, culturais e religiosos, informações botânicas ou históricas.

Capim rabo de burro
Capim barba de bode
Lobeira
Azulzinha do bosque
Araçá do campo
Caraguatá
Ananás
Lantana
Lantana roxa
Milho de grilo
Pequi
Assa peixe roxo
Guabiroba
Sena empenada
Jacarandá paulista
Murici
Fedegoso
Carqueja
Vassourinha
Capim sapé
Pixirica
Orelha de onça
Canela de velho
Língua de tucano
Elegante
Erva grossa
Jurubeba
Fumo bravo
Cipó de são joão
Candeia
Juqueri
Arranha-gato
Juqueri-amarelinho
Dormideira
Tarumã
Douradinha
Barbasco
Branqueja
Begônia-do-brejo
Velame-branco
Macela-do-campo
Jarrinha
Melãozinho-do-cerrado
Fruta-do-pombo
Quaresmerinha-do-brejo
Mimosa-amarela
Assa-peixe-branco
Copaíba
Sumaré
Batata-de-perdiz