desenvolvido por: 

parceiros: 

September 12, 2017

February 14, 2016

January 25, 2016

January 21, 2016

January 8, 2016

December 21, 2015

Please reload

Posts Recentes
Posts Em Destaque

o fim do caminho

18 Sep 2015

Neste mutirão o objetivo foi concluir a trilha. Atendendo a solicitações diversas o Cerrado Infinito vai esbarrando nos  limites e resta nos dedicarmos a continuar enriquecendo a vegetação aos poucos com novas espécies.

O destaque desse mutirão foi a ajuda do Seu Pedro, que já tinha colaborado com o Cerrado Infinito, plantando algumas mudas de caraguatá e ananãs do cerrado.

Desta vez deu uma uma aula de como usar enxada sem esforço, era incrível ver como o mesmo instrumento rendia nas mãos dele. Também explicou muitas coisas sobre como podar direito as árvores e como as plantas do cerrado são boas para diferentes usos dos pássaros.

Foi um alívio escutar alguém que de fato tem intimidade pratica com a terra, e a esta altura começo a me cansar de assuntos que não tem nada a ver com nada que estamos fazendo, como por exemplo técnicas de agrofloresta, mentalizações positivas e novidades da física quântica. Prefiro me voltar para a “tecnologia” que as próprias plantas desenvolveram evoluindo entre si, e para quem de longe vive o assunto.

Entre as diversas espécies plantadas, um novo tipo de capim, muito bonito com uma penugem branca, chamado popularmente de capim colchão ou mabeca

Quanto á trilha, ela continua agora no Jardim das Camélias na Zona Leste, e de lá esperamos que continue em outra área, desafiando esta cidade cinzenta.

 

Participaram do mutirão, Mariana Prata, Luiza Caballero, Julia Vieira, Marcos Xavier, Rosara Frenk, Silvia M, Daniel Caballero e o Seu Pedro.

 

Foi plantado: capim barba de bode, araçã do campo, orelha de onça, língua de tucano e capim mabeca.

Share on Facebook
Share on Twitter
Please reload

Siga
Procurar por tags
Please reload

Arquivo

PROCESSO