desenvolvido por: 

parceiros: 

September 12, 2017

February 14, 2016

January 25, 2016

January 21, 2016

January 8, 2016

December 21, 2015

Please reload

Posts Recentes
Posts Em Destaque

crianças brincam entre ervas daninhas

25 Oct 2015

Retiramos folhagem seca e as ervas daninhas das ervas daninhas. As plantas do cerrado paulista, sempre foram consideradas pragas e no fim das contas é isso que estamos plantando, pragas! Ou talvez uma nova percepção dessas plantas, afinal pragas para quem e para o quê? Tudo se resume a um contexto e ponto de vista.

Se em uma época de lavoura e pasto, o cerrado era um incômodo, hoje nossas pragas são espécies adaptadas as mudanças radicais na cidade.

Plantas invasoras, que crescem aceleradamente em poucos dias e que por enquanto não podemos deixar crescer livremente, pois a competição é desleal.

Se pensarmos bem, as plantas do cerrado vivem numa espécie de estado de sitio, rodeadas por inimigas vegetais de todos os lados, e só quando formarem uma comunidade vegetal estável, terão chance de se virar sozinhas.

Enquanto isso a criançada indiferente brinca nas trilhas, escala as pedras e se diverte.

Desta vez não plantamos nenhuma planta.

 

Participaram do mutirão Marcos Xavier, Mariana Prata e Daniel Caballero

 

Share on Facebook
Share on Twitter
Please reload

Siga
Procurar por tags
Please reload

Arquivo

PROCESSO