desenvolvido por: 

parceiros: 

GUIA DE CAMPO

Os desenhos aqui apresentados, retratam espécies campestres de São Paulo, quase todas utilizadas no processo de plantio do Cerrado Infinito e fazem parte do livro, Guia de campo dos Campos de Piratininga ou O que sobrou do cerrado paulistano ou Como fazer seu próprio Cerrado Infinito.

São coletadas dentro da malha urbana, em locais á margem do urbanismo, como beira de estradas e terrenos baldios abandonados, resgatadas  em áreas em processo de destruição, ou reproduzidas á partir de sementes, divisão de touceiras e estaquia.

O conteúdo deste guia é permanentemente expandido e aberto para colaborações devidamente creditadas. Para isso entre em contato por e-mail ou comente na própria página da espécie. Temos interesse por relatos pessoais, contos, receitas culinárias, usos medicinais, culturais e religiosos, informações botânicas ou históricas.

capim-rabo-de-burro
capim-barba-de-bode
lobeira
azulzinha-do-bosque
araçá-do-campo
caraguatá
Ananás
Lantana
Lantana-roxa
Milho-de-grilo
Pequi
Assa-peixe-roxo
Guabiroba
Sena-empenada
Jacarandá-paulista
Murici
Fedegoso
Carqueja
Vassourinha
Capim-sapé
Pixirica
Orelha-de-onça
Canela-de-velho
Língua-de-tucano
Elegante
Erva-grossa
Jurubeba
Fumo-bravo
Cipó-de-são-joão
Candeia
Juqueri
Arranha-gato
Juqueri-amarelinho
Dormideira
Tarumã
Douradinha
Barbasco
Branqueja
Begônia-do-brejo
Velame-branco
Macela-do-campo
Jarrinha
Melãozinho-do-cerrado
Fruta-do-pombo
Quaresmerinha-do-brejo
Mimosa-amarela
Assa-peixe-branco
Copaíba
Sumaré
Batata-de-perdiz